Todos os textos deste blog - salvo as citações, reblogs e os que tenham fonte - são originais e escritos por mim.

All of the texts in this blog - except quotes, reblogs, or the ones with their author's name - are originals and were written by me.

Install Theme
Um designer também pode contar histórias. A história tem muito a oferecer.

There are some musics I hear that change me
They lock me up in a state of mind I can not define
They boil me into past little painful pains
But they heal it, onde note at a time
Reminding me that I have nothing to fear
And most of all,
That the past will not again knock my door to the ground
I love those songs
But they make my head spin
Só I’m letting the stories behind me
I’ll just enjoy the sounds.

I’m developing a strong heart

I’m developing a stone heart

O mais interessante sobre a memória é que ela é traiçoeira. Ela é um ser vivo dentro de outro, tem consciência de sua própria existência e desconfio que seja uma mestre nos assuntos do destino.

A memória é espertinha.

Eu, nas mãos dela, não.

What is the perfect balance between me and her?

dancing rocking working fucking killing it

oh

my

god

bitch

alguém cale a minha boca
ponha um esparadrapo e me manda pra casa de sedex
queria eu só sorrir com charme
me safar das coisas
faz assim
me leva daqui
e só

Manifesto

Minha cabeça engessada não está interessada

Por favor, me poupe de mim mesma

E deixa eu tossindo em paz.

O banco de trás do carro me dá sono
Na frente, alguém que eu não conheço vira o volante numa velocidade muito mal calculada
Às vezes acho que não tem ninguém dirigindo
Continuo com sono, a lataria velha balançando, os barulhos irritantes das pessoas que viajam comigo
Quem são essas pessoas?
Não reconheço rostos, mas os cheiros me enojam com as sensações do passado que eu quero esquecer
Mas eles continuam no carro
Uma virada brusca, continuo dormindo
O carro nunca pára
Minha cabeça roda mais que a roda dessa lata velha
Pare o carro
Vou a pé pra onde o mar me chama.

I am more sensitive than other people. Things that other people would not notice awaken a distinct echo in me, and in such moments of lucidity, when I look at myself, I see that I am alone, all alone, all alone.

— Henri Barbusse (via onlinecounsellingcollege)